Transferência bancária: o Ripple irá destronar o Swift?

Transferência bancária: o Ripple irá destronar o Swift?

O Sistema SWIFT

Criado em 1973, o SWIFT (Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication) ou seja, (Sociedade de Telecomunicações Financeiras Interbancárias Mundiais), é uma rede interbancária e representa o sistema de referência para transferências bancárias entre bancos em todo o mundo. A origem do interesse da rede SWIFT é garantir o não-repúdio das trocas, ou seja, nenhum terceiro pode negar ter feito uma transação. É um sistema centralizado. Na prática, a plataforma SWIFT não realiza transações próprias, mas está posicionada como uma terceira parte confiável, facilitadora e garantidora do registro de fluxo financeiro. Ele gerencia a comunicação segura de trocas financeiras padronizadas para mais de 11.000 organizações (bancos, infra-estruturas de mercado, empresas internacionais, etc.) em mais de 200 países.

As fraquezas deste sistema

O sistema não parou de melhorar na medida de sua existência. No entanto, as transferências de fundos via SWIFT podem levar de 2 à 6 dias para serem executadas e transitarem de um banco para outro, o que faz com que a era do digital e o tempo real se pareçam muito. Além desse importante atraso, as taxas de transferência também são altas. Ele também é criticado por falta de transparência nos custos de transação (além do alto custo de investimento para acessar o serviço) e pela falta de visibilidade do status da transferência.

Além disso, o sistema SWIFT sofreu recentemente violações de segurança, sendo a mais impressionante a do banco central dos EUA o FED (Federal Reserve System / Sistema de Reserva Federal), que perdeu $ 80 milhões de dólares em 2016. Para responder a estas críticas, o SWIFT lançou o GPI (Global Payment Initiative / Iniciativa Global de Pagamento), um novo processo afim de reduzir o tempo de transferência internacional para um dia e permitindo a exibição do montante das taxas de transação e uma melhor rastreabilidade das transações. Esta nova oferta parece ter tido um grande sucesso entre seus clientes atuais.

O Ripple

A criptomoeda Ripple foi criada em 2012 com o objetivo ambicioso de perturbar o atual sistema financeiro, para substituir o sistema SWIFT e a realização de transações bancárias internacionais em tempo real. A criptomoeda está cada vez mais bem-sucedida.

A rede Ripplenet, um concorrente direto da Swift, já tem mais de cem clientes, incluindo várias empresas influentes como: (Santander, UBS, Credit Agricole, o BBVA, o American Express, dentre outros) seduzidos por vários aspectos da Ripplenet como: o tempo real, baixos custos, a desintermediação, a segurança bem elevada (graças à tecnologia blockchain) e a flexibilidade.

O Funcionamento do Ripple

O Ripple quer se posicionar como o pivô do sistema de trocas entre os bancos. Com três soluções - xRapid, xCurrent e xVia. O xRapid concentra-se na transferência de remessas de fundos transfronteiriços (que ultrapassam os limites das fronteiras de um país), o xCurrent permite que os bancos ajustem instantaneamente pagamentos transfronteiriços (que ultrapassam os limites das fronteiras de um país) com um rastreamento de ponta-a-ponta e o xVia é um interface de pagamento padrão da empresa. Na prática, por exemplo se um estabelecimento bancário francês quiser transferir fundos para um banco dos EUA, ele deve primeiro converter os Euros (€) em XRP (Ripple) e depois transferir pela rede Ripple de forma barata e instantanea para o banco americano, que irá converter por sua vez, em dólares. Com este sistema, apenas a criptomoeda atravessa fronteiras durante as transferências.

O ponto fraco do Ripple é a estabilidade de sua moeda. De fato, o Ripple não foi projetado para ser uma moeda especulativa, com alta volatilidade como o Bitcoin. A empresa Ripple, no entanto, planejou a possibilidade de introduzir regularmente novas unidades no circuito, a fim de conter a inflação excessiva dos preços.

O Ripple é um sério concorrente do sistema de transferência SWIFT. No entanto, o gigante SWIFT que está presente no mercado há mais de 40 anos, se posicionou com novas soluções para integrar a tecnologia Blockchain e manter sua posição de liderança no mercado, enquanto as instituições financeiras estão observando com interesse a evolução do Ripple antes de confiar suas transações bancárias internacionais.

Última Atualização em 13/05/19

Continue esta discussão no Forum