Definição: O que é Ripple? E para que Serve?

Definição: O que é Ripple? E para que Serve?

O Ripple atualmente está tendo um grande sucesso. Numa altura em que as criptomoedas estão começando a mostrar suas fraquezas, o Ripple aparece de fato como uma ferramenta financeira mais estável e com um futuro promissor.

O Ripple é tanto uma criptomoeda quanto um sistema de pagamento pelo qual esta moeda pode ser trocada.

O « XRP token », mais conhecido como Ripple, foi criado e é apoiado pela Ripple Labs, uma empresa internacional de gerenciamento de fundos. O objetivo declarado da Ripple é permitir a livre circulação de dinheiro através de instituições financeiras e bancos que cobram comissões e outras taxas para qualquer movimento de moedas. Com o Ripple, a idéia é liberar transações, para torná-las tão fluidas quanto possível. O Ripple não cobra nenhuma taxa, mas mantem, no entanto, uma pequena porção do Ripple para cada transação (o equivalente a 1/1000 de um centavo), que é então destruído, mas que ainda assim permite garantir a segurança do sistema.

O Ripple tem muitas semelhanças com a Bitcoin e outras cripto-moedas. É realmente uma moeda digital, baseada em algoritmos e cujo número de unidades é limitado. É possível efetuar transferências entre contas sem passar por um intermediário e a segurança da moeda é também assegurada para evitar qualquer falsificação.

Além disso, por um lado, o Ripple é um sistema que permite fazer transferências de XRP, e por outro lado são moedas tradicionais (ienes, dólares, euros) e também cripto-moedas. Sem ser um rival da Bitcoin, o Ripple quer de fato permitir que as moedas virtuais tenham um melhor acesso ao real mundo financeiro através do seu sistema. A rede Ripple oferece um sistema de transações mais rápido e confiável. Com os Tokens XRP, por exemplo, é possível efetuar transferências de dinheiro em apenas alguns segundos, de um continente para outro.

Por enquanto o Ripple ainda é muito menor do que a Bitcoin e a Ethereum. Seu sistema operacional também é diferente porque o Ripple está vinculado a uma empresa privada, enquanto a Bitcoin e a Ethereum pertencem apenas às pessoas que o compram, seus investidores. O funcionamento do Ripple, é portanto, mais centralizado.

Como explicar esta cripto-moeda ?

O sucesso do Ripple pode ser explicado por vários fatores. Primeiramente, porque as outras cripto-moedas parecem estar menos estáveis no momento. Além disso, prevê-se que o Ripple irá integrar a Coinbase, a maior plataforma de negociação de criptografia nos Estados Unidos. Essa integração facilitaria a compra do XRP pelo grande número, sabendo que o número de tokens da Ripple foi limitado no momento a 100 bilhões de dólares, o que amplifica ainda mais o aumento do preço devido à baixa disponibilidade do produto. De acordo com o site de notícias CoinDesk, o valor do Ripple teria aumentado em mais de 1000% no mês de dezembro de 2017. Passou o Ethereum e alguns especulam sobre quando também irá exceder o Bitcoin. Para muitos investidores, esta é uma boa maneira de diversificar seu portfólio de moedas criptográficas.

No entanto, uma das desvantagens deste sistema é que, mesmo que o Ripple e sua moeda, o token XRP estejam vinculados, as empresas podem usar o sistema Ripple com outras moedas, o que é claro, é menos interessante para os atuais investidores.

De qualquer forma, o Ripple é hoje um jogador forte no mercado de cripto-moedas, e portanto, é interessante seguir sua evolução nos primeiros meses de 2018 para ver se a tendência é confirmada.

Confira e compare os Melhores Brokers em Cripto-Moedas

Última Atualização em 13/06/18

Continue esta discussão no Forum