O que é RSI?

RSI

Ilustração: O que é RSI? (Relative Strength Index) ?

Existem dezenas de métodos, estratégias e indicadores técnicos que permitem aos clientes de encontrar idéias, de detectar pontos de entrada ou de saída para determinar o status de um mercado em diferentes períodos de tempo. Entre eles, o RSI é uma das opções mais conhecida e utilizada.

O que é RSI?

RSI (Relative Strength Index) em inglês ou IFR (Índice de Força Relativa) em português, é um indicador técnico de tendência (osciladora), muito popular, que controla as alterações do preço de um par de moedas. Seu interesse principal é relatar as condições de compra e de venda de um ativo. Tecnicamente, este indicador compara a magnitude dos ganhos ou perdas recentes em um determinado período de tempo, medindo a velocidade e a variação dos movimentos de preços. 

A maioria das plataformas de negociação fornecem diretamente este indicador, além do gráfico de qualquer ativo (como: pares de moedas, ações, commodities ...).

O RSI pode variar os valores de 0 a 100. O prazo usual é de 14 dias. E assim temos um gráfico de classificação RSI (14). Esta unidade de tempo pode ser naturalmente modificada, afim de poder ser vista em um período de tempo mais curto ou mais longo.

rsi

Como utilizar o RSI?

Geralmente, dois níveis são utilizados para fornecer sinais de entrada ou de saída:

Se o RSI está acima ou igual a 70, o mercado está sobre uma zona de compra ou está supervalorizada, não é o momento certo para comprar, porque é provável que os preços caiam ou há uma inversão de tendência.

Se o RSI é inferior ou igual a 30, o mercado está sobre uma zona de venda ou está desvalorizado, não é o momento apropriado para vender, porque é provável que o mercado vá subir.

rsi1

Por outro lado, para confirmar uma tendência de mercado, o nível do RSI à 50 é muitas vezes analizado. De fato, em um mercado de baixa quando o RSI cruza o nível 50 para baixo, isso confirma a tendência. O mesmo vale para um mercado de alta quando o RSI ultrapassa o nível 50 para cima.

Outra forma de utilizar o RSI mais sutil, consiste em identificar uma correlação entre o RSI e os preços de mercado: isso é chamado de divergência.

Exemplo: o mercado sobe duas vezes sucessivamente, sendo que a segunda é maior ou igual à primeira; e ao mesmo tempo, o RSI também atinge dois topos, mas o segundo é menor do que o primeiro. Isto significa que o mercado funciona fora do vapor e uma reversão é iminente. Isso é chamado de divergência de baixa.

rsi3

Isto só funciona quando dois picos estão mais baixos, indicando um aumento provável dos preços. Esta é a divergência de alta: o mercado faz novas mínimas, enquanto o RSI atinge um valor superior.

Limitações

Certamente muito fácil de usar, o RSI pode dar sinais falsos. De fato, em um mercado de baixa, o RSI pode permanecer abaixo de 30 por um longo período de tempo. O mesmo vale para um mercado de alta com um RSI acima de 70 por um período de tempo. É difícil saber quando o mercado esta realmente sobre a zona de compra ou sobre a zona de venda e prever a reversão. Para superar essas circunstâncias incertas, os clientes não usam 30 e 70 como limites, mas sim 25 e 75 ou 20 e 80. A estes níveis, a probabilidade de que o mercado está sobre a zona de venda ou sobre a zona de compra é maior.

Em todos os casos, é essencial usar este método com outros indicadores ou padrões gráficos para confirmar os sinais de compra e venda.

Em resumo

Lembramos que isto não é uma fórmula mágica e pode ser que este método não funcione perfeitamente. É por isso que devemos copiar outras estratégias.

Por outro lado, as diferenças não são exclusivas para o RSI. Eles também podem ser utilizados com outros indicadores técnicos para confirmar ou não os sinais.

Última Atualização em 22/11/17

Continue esta discussão no Forum