Principais Corretores do Brasil e de Portugal: Como Escolher?

Principais Corretores do Brasil e de Portugal: Como Escolher?

O que é um corretor/negociação online

O Corretor ou broker em Inglês, é o intermediário que permite aos clientes o acesso aos mercados financeiros. Os corretores são remunerados, em particular, pelas transações efetuadas pelos seus clientes, independente do tipo de negociação, seja pela compra ou venda ou qualquer que seja o resultado obtido pelo cliente. Mesmo que o cliente perca, o corretor ganha sua comissão, independentemente do resultado da negociação.

Existem inúmeros corretores e fica difícil escolher dentre tantas possibilidades. Mas cada corretor tem suas particularidades: E de fato, o acesso rápido e fluido do mercado é essencial para o cliente, bem como a plataforma de negociação e os serviços associados. 

É muito importante estar bem informado, e ter base em vários critérios antes de escolher um corretor.

Critérios que devem ser seguidos

Uma das primeiras coisas a verificar é a regulamentação.

O corretor está autorizado a exercer esta atividade? Em caso afirmativo, onde ele está regulamentado? E por quais órgãos regulamentadores?

Isso é essencial, porque em caso de algum problema, a sua proteção e as possibilidades de recursos dependem dessas autoridades reguladoras. No Brasil, esta organização é a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), enquanto que em Portugal é a CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários). No entanto, os corretores não são obrigados a estarem credenciados por um desses órgãos. As organizações podem estar em outros países vizinhos, como por exemplo o Reino Unido e a Suíça. 

Os serviços prestados pelos corretores também são essenciais para o conforto e o sucesso de seus clientes. Isso inclui o atendimento ao cliente, ou seja, a sua disponibilidade e a capacidade de resposta. Algumas situações exigem uma ação rápida, daí a importância de soluções adequadas. 

Tudo o que diz respeito a depósitos e retiradas de dinheiro também requerem uma atenção em especial.

É necessário saber com antecedência quais são os meios de pagamento e qual é o processo para retirar o seu dinheiro.

Muitas vezes, é mais fácil depositar fundos do que retirá-los. Esse ponto é fundamental para evitar surpresas desagradáveis quando chegar a hora de negociar. Além disso, é importante tomar nota de qual é o valor mínimo de depósito exigido para abrir uma conta de negociação. Se o montante mínimo for de €1.000 euros por exemplo, e sua capacidade é de apenas €500 euros, você não poderá se vincular a este corretor.

Este depósito mínimo geralmente está vinculado à alavancagem disponível no corretor. A alavancagem permite apostar mais capital do que você realmente possui. É comum ter acesso à alavancagem de x100, x200 ou mais. A regra geral é quanto maior a alavancagem, menor será o capital inicial exigido. No entanto, tenha cuidado ao usar esta ferramenta, que pode ser perigosa e causar grandes perdas.

Outro elemento importante é obviamente, a plataforma de negociação do corretor e as condições de mercado associadas. Nós falamos por exemplo, de spreads fixos ou flutuantes, do seu tamanho, dos swaps overnight (a possibilidade de manter posições abertas de um dia para outro), dentre outras características. As vezes é mais interessante testar as plataformas com uma conta virtual antes de iniciar a negociação com valores reais, e assim você irá verificar se este corretor é o mais adequado para você. No entanto, as condições de mercado são na maior parte do tempo diferentes na realidade do que virtualmente. Por outro lado, é aconselhável verificar se essas plataformas são acessíveis através do seu celular, a fim de poder negociar livremente onde você estiver.

Além disso, os produtos disponíveis das plataformas podem variar de acordo com os corretores. Portanto, verifique se os mercados aos quais você deseja acessar estão disponíveis neste corretor.

Quais são os produtos e os recursos oferecidos pelo corretor ?

Os mercados acessíveis estão cada vez mais numerosos e diferem entre os corretores. Primeiramente, encontramos diferentes tipos de produtos, tais como CFD e futures. Em seguida, encontramos as classes de ativos que podem ser variadas como a bolsa de valores (ações, ETF, índices, títulos), o Forex (pares de moedas), as commodities (energia, metais, produtos agrícolas), as opções binárias, as moedas criptográficas, além de tantas outras. 

Saiba que é errado pensar que você precisa negociar todos estes produtos. Cada mercado é diferente e específico. Portanto, é mais sábio se concentrar em alguns mercados de acordo com seus desejos e experiências, do que querer negociar todos os produtos.

Confira e compare os Melhores Brokers em Forex

Última Atualização em 13/06/18

Continue esta discussão no Forum