Sair do trabalho para se tornar um trader, é uma boa ou má idéia?

Sair do trabalho para se tornar um trader, é uma boa ou má idéia?

O que dizemos agora, é que é uma péssima idéia sair do trabalho para viver de sua própria negociação! Repetir de novo não é uma boa idéia! E para deixar bem claro esta questão, vamos repetir: é uma idéia muito arriscada e perigosa de deixar tudo para trás para se tornar um trader em tempo integral!

Precauções e advertências colocadas, tentam entender a lógica por trás dessas declarações e integrar a realidade da vida. Sim, a vida, a verdadeira vida!

O que significa viver de trading?

Antes de embarcar na aventura de trading pessoal e tentar vivê-la, você deve se perguntar a si mesmo (e responder de preferência com clareza) as seguintes questões: o que significa tornar-se um trader por conta própria? O que significa viver da sua própria negociação? O que isso significa para si mesmo e para seus entes queridos? Em termos concretos, como vou pagar meu aluguel, minhas despesas atuais? Quanto eu preciso ganhar para me manter a cada mês?

A realidade é que um trader profissional, que trabalha em bancos, empresas de gestão, fundos de hedge, é pago. Esse é o ponto principal. Ele tem um salário que não depende do seu desempenho. Portanto, ele tem uma renda recorrente. Ele ganha o suficiente para cobrir suas necessidades pessoais diariamente, o suficiente para pagar o aluguel ou o crédito e para comer. Seu desempenho de negociação terá um impacto sobre seu bônus eventual no final do ano ou no início do ano seguinte.

Enquanto isso, o trader particular, aquele que inicia sua própria conta e deseja deixar seu emprego, deve ser capaz de suprir suas necessidades todos os dias, todos os meses. Ele será seu próprio empregador e não terá "salário". Ele deverá ter um grande capital de segurança para sacar e pagar mensalmente com o dinheiro de seus lucros de trading ou de sua conta de negociação.

Utilize sua calculadora

Como qualquer negócio, porque é um negócio, é prudente fazer projeções financeiras e estimativas. Primeiramente, descubra quanto você precisa para viver mensalmente.

Se esta quantia vem de uma economia (poupança) ou de futuros ganhos de trading, cada um "queima dinheiro" permanentemente, mesmo que seja para comprar comida!

Exemplo: Bertrand (vamos chamá-lo assim) quer sair do emprego, se tornar um trader em tempo integral e viver dessa atividade. Somando todas suas despesas mensais (aluguel, comida, lazer, e diversas outras contas), então chegamos a um valor de € 3.000 euros de despesas. Isso significa que todo mês ele gasta € 3.000 euros, e tudo estará incluído para viver. Terá que ganhar pelo menos € 3.000 por mês para viver.

Duas possibilidades:

  1. Ele tem uma poupança guardada e deverá calcular por quantos meses ele poderá se manter com esse capital.
  2. Ele poderá pagar suas contas a partir de seus ganhos de trading (negociação). Neste caso, ele deve determinar o nível de desempenho ou retorno necessário para alcançar de acordo com seu capital inicial de negociação. Se ele estima que precisa de € 3.000 euros por mês (portanto precisará de € 36.000 euros por ano) e poderá atingir 10% de seu desempenho anual, então o seu capital inicial deve ser de pelo menos: 36K / 10% = € 360.000 euros. Em outras palavras, ele precisa de um capital de € 360.000 para pagar € 3.000 por mês, na esperança de alcançar um desempenho de 10%.

Claro, a suposição de 10% de desempenho anual pode parecer baixa, mas você tem que ser conservador.

Seja bem-sucedido à longo prazo

De fato, não é apenas uma questão de ter bons resultados em apenas alguns meses. Se você decidir deixar o seu trabalho, você terá que ter certeza à longo prazo para os próximos anos. É preciso checar o desempenho todo mês e todo ano. Será necessário descontar os meses em branco e os meses de perdas. Não precisa desanimar. Será necessário apenas ser perseverante.

A fim de colocar todas as chances ao seu lado, é melhor ter um histórico de negociação por vários anos. Assim, limitamos as incertezas, mesmo que nada comprove que as performances passadas serão repetidas no futuro.

Apostar com segurança

Portanto para reduzir os riscos, é bom, em primeiro lugar, testar o conceito, isto é, fazer simulações de performances, despesas, custo de vida...

Além disso, é melhor e até mesmo essencial, ter um certo capital para a segurança financeira. Além do capital para trading previsto, é essencial ter uma poupança substancial para sobreviver em tempos difíceis.

Nas projeções, ser conservador e cauteloso é primordial. Fazer boas performances continuamente é quase impossível.

Conclusão

É preciso compreender bem, que tornar-se um trader independente e viver dessa atividade como a sua atividade principal requer uma boa reflexão e de uma certa experiência.

É preciso evitar, à todo custo, as fantasias e os sonhos: viver de trading (negociação) é muito difícil, e a maioria das pessoas não obtêm sucesso e nunca terão sucesso. Os traders profissionais têm salários, que eles ganham ou perdem nos mercados financeiros.

Por outro lado, não devemos negligenciar o aspecto psicológico. Ter que obter resultados para viver, estar na obrigação de gerar ganhos continuamente causa estresse e afeta os resultados.

Uma dica: mantenha seu trabalho, construa uma renda "passiva" de outra forma (com imóveis, por exemplo), e quando você tiver uma fonte de renda que não seja trabalho, jogue-se de corpo e alma na negociação!

Última Atualização em 19/02/19

Artigos que você poderá gostar

Continue esta discussão no Forum