Guia completo para investimento em ouro

Admin23/08/22 (atualização 1 ano, 6 meses atrás)ouro, etf, futures, barras de ouro, fundos de investimento

Guia completo para investimento em ouro
Guia completo para investimento em ouro

Comentários

Nesse post, iremos apresentar um guia completo sobre investimentos em ouro. Esse ativo é excelente para quem busca bons resultados com bom nível de segurança; confira

Quando um produto ou serviço está muito caro, costuma-se dizer que ele está valendo mais do que o ouro. É exatamente essa percepção que a sociedade tem do ouro: que ele é algo extremamente valioso.

E essa percepção está correta, afinal, por ser um mineral escasso, ele de fato possui muito valor agregado. Sendo assim, o ouro é um ativo bastante procurado para investimentos no mercado financeiro. Isso ocorre porque, além de possuir grande valor, ele também costuma suportar muito bem crises do mercado, sejam de qual natureza forem.

Um exemplo disso, é que durante a pandemia o ouro se manteve estável, sendo um verdadeiro porto seguro no mundo dos investimentos. Diante desse contexto, iremos nesse post discorrer sobre investimento nesse importantíssimo ativo, apresentando algumas das melhores formas de investimento. Então vamos lá.

Escolha a corretora no comparativo do CFD, clique aqui.

Porque investir em ouro?

Primeiramente, é importante salientar que investir em ouro é uma boa opção para qualquer que seja o perfil do investidor: conservador, moderado ou arrojado. Isso por si só, já torna o investimento nesse metal algo interessante. Outro fator importante, é que o ouro, diferentemente de outros metais preciosos, possui valor e demanda constantes. Como já foi dito anteriormente, mesmo diante de profundas crises (pandemia, guerra na Ucrânia, etc) o ouro continua mantendo bons valores e alta demanda.

Portanto, diferentemente de outros ativos, ele consegue aliar bons (ou até ótimos) retornos com boa segurança. E isso é o sonho de todo investidor, não é verdade?

Esse alto valor e alta demanda se deve em grande parte ao fato do ouro ser um ativo físico, que funciona como uma reserva monetária global. Inclusive muitos países mantêm reservas astronômicas em ouro, para se precaver de altos índices inflacionários que podem afetar suas moedas. Como visto, são vários os fatores que tornam o investimento em ouro uma grande opção.

Quais são as melhores formas de investir em ouro?

Entender como funciona o ouro funciona dentro do mercado financeiro é fundamental para que as melhores escolhas sejam feitas na hora de investir.

Apesar de ser um ativo com boa resistência a crises, esse precioso metal é sim influenciado pelas oscilações do mercado, como taxa de juros e índices de inflação. Isso porque essas variáveis afetam diretamente a oferta e a demanda dos mais diversos ativos, entre eles o ouro. Porém, essa influência é bem menor sobre o ouro do que sobre outros ativos, sejam eles físicos ou não. Como já foi dito, ele suporta mais firmemente as adversidades da economia e da política.

Então vamos agora apresentar algumas formas de investir em ouro, lembrando que apesar de ser um investimento com boa segurança, ele também oferece riscos como qualquer outro investimento.

Aquisição de ouro físico (barras de ouro)

barras de ouro
Barras de ouro

A aquisição de barras é uma das formas de investimento em ouro. A aquisição se dá em distribuidores ou bancos especializados e autorizados. Ao adquirir barras de ouro, o investidor fica aguardando a valorização do mercado para ter retorno.

A principal dificuldade para quem opta por adquirir ouro físico é o fato de ter que guardar esse ativo. Sendo assim, muitos investidores, por segurança, acabam contratando empresas para fazer essa guarda, como bancos. Evidentemente, isso gera um custo com custódia. Portanto, é necessário levar esse custo em conta na hora de fazer a opção por comprar barras de ouro.

Outro fator que dificulta esse tipo de investimento é o valor mínimo para investimento. Normalmente, as compras mínimas são de R$ 10.000,00, ou seja, nem todo investidor dispõe dessa quantia para investir.

Escolha a corretora no comparativo do CFD, clique aqui.

Contratos futuros

A principal característica dos contratos futuros é a aquisição do ativo com preços pré-estipulados ou pré-fixados.

Dessa forma, na data do vencimento do contrato, o contratante irá efetuar o pagamento do valor acertado previamente. Se o ativo valorizar ele teve um ganho de capital. Já se o ativo desvalorizar no mercado, ele tem um prejuízo. Esses contratos são feitos diretamente pela bolsa de valores, contratando uma instituição credenciada, que será responsável pela custódia do bem. Toda a operação é feita de maneira online e é possível fazer tanto a negociação de venda quanto de compra dentro do mesmo ambiente virtual.

Na B3, as operações de contrato futuro com esse ativo são feitas pelo código OZ1 e cada contrato é equivalente a 250 gramas, o que dificulta bastante a aquisição por pequenos investidores. Essas operações são excelentes para proteger os investidores das oscilações do mercado.

Fundo de investimento em ouro

etf
Exchange Traded Funds

Os fundos de investimento (FIs) em ouro, funcionam com qualquer outro FI, ou seja, o investidor apenas adquire cotas do fundo, sendo que haverá um gestor ou administrador responsável por realizar os investimentos. Esse gestor é responsável por encontrar os melhores investimentos, para que possa oferecer bons retornos aos cotistas. Esses investimentos são realizados em contratos futuros, ETFs, aquisição de ouro físico ou, até mesmo, outros FIs.

Essa modalidade de investimento é de baixa burocracia e também requer baixo investimento. Dessa forma, é uma das mais indicadas e procuradas para quem deseja investir nesse metal. Outra vantagem, consiste em deixar nas mãos de um profissional a aplicação dos recursos do fundo, também chamado de administrador. Isso é um grande atrativo dos fundos.

Qual o melhor momento para investir em ouro?

Investir em ouro é uma opção em quaisquer circunstâncias. Mas como ele é um ativo com boa resistência a instabilidades, por motivos que já dissemos aqui, em um momento em que o mundo está saindo de uma pandemia e está em meio a instabilidade regionais (Rússia x Ucrânia e China x Taiwan), talvez seja a hora de olhar com mais carinho para esse ativo.

Obviamente, existem outros bons investimentos para se fazer em momentos como esse. No entanto, investir em ouro pode garantir uma estabilidade que outros ativos não oferecem.

Conclusão

Assim como todo investimento, é necessário fazer um bom estudo desse ativo em associação com as questões econômicas e políticas regionais e globais, para fazer a melhor opção de investimento nesse metal. Nunca é demais lembrar que todo investimento gera riscos, que podem ser minimizados se forem feitos com consciência e conhecimento. Mas eles sempre existirão.

Sendo assim, invista de forma racional, estando preparado (a) para bons retornos, mas também para possíveis perdas.

Qual CFD devo escolher?

Veja abaixo nossa seleção de melhores corretores

Última atualização em 23/08/22

Artigos que você pode gostar